31 de dezembro de 2016

[Resenha] Dias Perfeitos

Livro: Dias Perfeitos
Escritor(a): Raphael Montes
Editora: Companhia das Letras
Classificação:
Sinopse: Téo é um solitário estudante de medicina que divide seu tempo entre cuidar da mãe paraplégica e examinar cadáveres nas aulas de anatomia. Durante uma festa, ele conhece Clarice, uma jovem de espírito livre que sonha tornar-se roteirista de cinema. Ela está escrevendo um road movie sobre três amigas que viajam em busca de novas experiências. Obcecado por Clarice, Téo quer dissecar a rebeldia daquela menina. Começa, então, uma aproximação doentia que o leva a tomar uma atitude extrema. Passando por cenários oníricos, que incluem um chalé em Teresópolis e uma praia deserta em Ilha Grande, o casal estabelece uma rotina insólita, repleta de tortura psicológica e sordidez. O efeito é perturbador. Téo fala com calma, planeja os atos com frieza e justifica suas atitudes com uma lógica impecável.|Skoob






















Téo é um jovem de 22 anos, estudante de medicina que se dedica exclusivamente sua vida à sua faculdade. Não tem amigos e nem laços afetivos com ninguém, porém ele sente um carinho enorme por uma cadáver, que apelidou de Gertrudes, cadáver essa que ele conheceu nos estudos na faculdade. Sabendo que o filho não era uma pessoa de muitas amizades, a mãe do Téo o aconselha a sair, ir para uma festa e conhecer pessoas, e ele decide seguir o conselho da mãe e vai à uma festa onde ele conhece a Clarice, Téo fica fascinado pela moça, a personalidade dela o encanta muito e assim que bate os olhos nela Téo fica completamento apaixonado pela Clarice e quer a todo custo conquistá-la, porém ele não contava com o fato de que Clarice tinha namorado e que ela não queria nada com ele. Sem aceitar a situação, Téo age pelo impulso e acaba fazendo algo totalmente bruto e cruel, com a Clarice. Ele simplesmente seda e sequestra a Clarice, para tentar fazer com que ela comece a amá-lo.

Eu nunca tinha lido livros sobre psicopatas antes, e um dia eu vi uma publicação numa rede social, indicando os melhores livros sobre psicopatas e o livro Dias Perfeitos estava nessa lista, e eu simplesmente decidi que iria ler o livro. Já sabendo que o livro iria tratar sobre psicopatia, li sem me surpreender com as atitudes do Téo, e apesar de não concordar com suas ações eu li e entendi o seu lado, mas o fato de eu entender não muda a ideia de que achei cruel todas as atitudes dele. E o que mais me chamou atenção foi a forma tranquila com que ele contava uma mentira e como ele achava que manter a Clarice presa era algo totalmente certo. Mas todas as coisas absurdas que ele fez não se compara ao que ele fez com a Clarice, quase no fim do livro, foi realmente triste e imperdoável a sua conduta para com a Clarice, e ele sempre diz que tudo que ele faz é em nome do amor.

O final do livro é totalmente criativo, eu achei que foi a melhor decisão do autor botar o fim tão impactante e quero deixar aqui meus parabéns ao escritor, fiquei muito feliz que a minha primeira experiência sobre livros que tratava uma personagem psicopata foi esse livro incrível, e ainda mais de um escritor brasileiro. O livro merece muito reconhecimento pelo desenvolvimento sensacional que ele tem.

Sem sobra de dúvidas eu indico esse livro, ainda mais para quem quer conhecer mais sobre como funcionada a mente de um psicopata, e o que leva um psicopata a machucar uma pessoa que ele diz amar. Dei 4 estrelas para esse livro pois apesar de uma história extraordinária eu queria um pouco mais de suspense.

9 comentários:

  1. Oi, Nívea!
    Eu amo livros com psicopatas. Me admiro muito como funciona o raciocínio deles.
    Eu ainda tenho de conferir essa história do Raphael. Fico feliz que você tenha gostado.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de três anos de Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  2. Ahhhh, faz tempo que desejo esse livro <3
    Parece tão bom o enredo.E amei sua resenha :)


    beeijão ^^
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nossaaa!!! Não imaginava que esse livro tratava sobre psicopatas. Fiquei bastante curiosa com a leitura e com a vida de Téo. Espero gostar do livro, ainda mais depois de saber que a história é bastante criativa.
    Gostei!!!

    bjs

    http://www.livrosemarshmallows.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Nívea,

    Tenho lido resenhas bastante positivas sobre os livros desse autor. Confesso que não o conhecia, mas fiquei interessada na leitura de seus livros. Não é o meu estilo de livro, só que se tiver a oportunidade, vou ler sim. A ressalva do suspense eu até gostei, gosto de coisas mais leves. kkkkkk

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi oi Nívea,

    Não conhecia esse livro e após ver sua resenha fiquei bem interessada. Acho muito interessante e empolgante livros que exploram a psicopatia mas desse gênero li apenas um. Talvez eu acrescente Dias Perfeitos a lista também *-*. Amei a resenha!

    Beijos

    http://refugiandouniversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nívea!
    Nossa! Como a mente de um psicopata é totalmente deturpada, não é verdade?
    Deve ser um livro tenso e intenso de ler.
    Uiiii...
    “A dúvida é o princípio da sabedoria.” (Aristóteles)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Muito boa a resenha e o sentimento de curiosidade para nós que lermos, parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Oi Nivea!
    Eu gosto dessa temática, mas não gostei de "Dias Perfeitos". O Theo não me convenceu como personagem e achei a maioria dos eventos muito exagerados. Que bom que a sua experiência foi melhor do que a minha.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir